Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Relatório da quinta revisão já previa medidas de contingência em caso de "surpresas negativas".

Lusa economia

  • 333

Bruxelas, 23 out (Lusa) -- O relatório da quinta revisão do programa de assistência a Portugal já contemplava um conjunto de medidas de contingência a serem preparadas para o Governo em caso de "surpresas negativas", que serão analisadas e discutidas com a 'troika' na sexta revisão.

Fonte comunitária, comentando notícias de hoje segundo as quais a Comissão Europeia quer que o Governo português apresente um plano alternativo ao Orçamento do Estado para 2013, para saber quais são as medidas que o Ministério das Finanças prevê aplicar em caso de derrapagem, lembrou que essas medidas de contingência já estão previstas no relatório do executivo comunitário divulgado a 11 de outubro sobre a quinta missão de avaliação.

Na página 5 do documento, e tal como a Lusa noticiou então, lê-se que, "para providenciar uma 'almofada' na eventualidade de surpresas negativas, o Governo deve preparar, no quadro da proposta de orçamento para 2013, um conjunto de medidas de contingência, predominantemente do lado da despesa, a serem usadas em caso de necessidade".