Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Quase metade do défice permitido para 2013 foi consumido até março - UTAO

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 15 jul (Lusa) - O défice das administrações públicas, em contas nacionais, do primeiro trimestre consumiu já quase metade do total previsto para o conjunto de 2013, segundo estimativas da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO).

De acordo com uma nota informativa dos técnicos da UTAO, a que a agência Lusa teve acesso, o défice das administrações públicas, de 10,6% do Produto Interno Bruto (PIB) entre janeiro e março, representa já "cerca de 46% do défice total" previsto para todo o ano, segundo os limites inscritos no Orçamento Retificativo apresentado em maio.

No entanto, excluindo a operação de recapitalização do Banif (700 milhões de euros), o valor do défice consumido nos primeiros três meses do ano teria correspondido a 38% do permitido, calcula a UTAO.