Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Quase 25% do corte de despesa para 2013 não está especificado-FMI

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 13 jun (Lusa) - O Governo não especificou as medidas que irá adotar para cortar quase 25% da despesa que diz que vai diminuir em 2013 no âmbito da reforma do Estado, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Numa das tabelas que fazem parte da análise feita pelo Fundo no âmbito da sétima avaliação do programa de assistência financeira a Portugal, estão previstos cortes de despesa de 1.411 milhões de euros em 2013, mas deste montante 350 milhões são explicados pela rubrica "outros", não se especificando como vão ser alcançados.

Nas restantes rubricas prevê-se que seja efetuado um corte de despesa de 334 milhões de euros com consumos intermédios dos vários ministérios e de 777 milhões de euros com a massa salarial do Estado.