Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Passos insiste na "ambição" de cumprir memorando e diz que "outro rumo" seria "fracasso"

Lusa economia

  • 333

Castelo de Vide, Portalegre, 02 set (Lusa) - O primeiro-ministro afirmou hoje que Portugal deve ter a "ambição" de cumprir as metas acordadas com os credores internacionais e que seguir "outro rumo", como pede a oposição, seria "sinónimo de fracasso".

"Levaremos este programa de mudança até ao fim e com ambição precisamente porque queremos concluí-lo tão rapidamente quanto for possível, porque queremos os resultados da inversão da situação do país, porque não queremos ficar entregues a dez ou vinte anos de estagnação e de desespero. Só executando este programa com ambição é que poderemos estar à altura das nossas legítimas aspirações", disse Pedro Passos Coelho.

O primeiro-ministro, que falava no encerramento da Universidade de Verão do PSD, em Castelo de Vide, acrescentou que "talvez noutras circunstâncias menos difíceis houvesse outras abordagens com iguais probabilidades de sucesso".