Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: "O que importa é que haja um Governo e uma maioria que executem"...

Lusa economia

  • 333

Nicósia, 15 set (Lusa) - O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE) Vítor Constâncio afirmou hoje que "o que importa" é que exista em Portugal "um Governo e uma maioria parlamentar que executem os programas e as medidas", para que o processo de ajustamento avance.

"Como noutros países acontece, o que importa é que haja um Governo e uma maioria parlamentar que executem os programas e as medidas, e o ajustamento continue a ser feito", afirmou Vítor Constâncio aos jornalistas, em Nicósia, Chipre, à margem do Ecofin(conselho de ministros das Finanças) informal, quando questionado sobre as eventuais consequências da ausência de um consenso político em Portugal.

"É claro que um maior consenso ajuda ao processo, mas o que é importante é que o processo prossiga", acrescentou.