Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: "Ministro das finanças já tem tanto poder que já não consegue usá-lo" - Teodora Cardoso

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 18 set (Lusa) -- A presidente do Conselho de Finanças Públicas, Teodora Cardoso, considerou hoje que o ministro das Finanças já tem tanto poder que não o consegue executar, em referência à necessidade de aprovação do governante sobre a generalidade das despesas dos serviços.

Numa conferência onde o Conselho de Finanças Públicas apresentou o contributo do órgão para a revisão da lei das finanças regionais e locais que deve acontecer até final do ano, a ex-administradora do Banco de Portugal defendeu que este modelo de gestão deve ser repensado e que acaba por colocar problemas, até no órgão a que preside, recentemente criado.

"É um problema que aliás me parece muito importante de pensar o que é todo o problema da própria gestão do setor público. (...) Atribuímos mais poderes ao ministro das Finanças para ele controlar, resolver, etc. Neste momento o ministro das finanças já tem tanto poder que já não consegue executá-lo e usá-lo, porque no fundo ele é obrigado a autorizar tudo, até o contrato da empresa das instalações, sendo realmente evidente que não é um sistema eficaz e precisa de ser alterado", afirmou.