Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: FMI prevê défice de 5,25% em 2012, mas Governo acredita no cumprimento da meta

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 18 jan (Lusa) -- O FMI estima que Portugal falhe por 0,25 pontos percentuais a meta do défice orçamental de 5% do PIB para 2012, mesmo com a receita da concessão da ANA, mas o Governo garantiu a meta.

No relatório sobre a sexta avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal realizado no final do ano passado e divulgado hoje, o Fundo Monetário Internacional (FMI) deu conta da sua estimativa ao Governo, mas as autoridades nacionais garantiram que as limitações na execução da despesa que foram impostas em setembro iam permitir cumprir a meta, já de si revista face à meta inicial de 4,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

"Dada a fraca execução da receita, a equipa estima que, na ausência de medidas corretivas, o défice de 2012 seja superior em 0,25 pontos percentuais do PIB que a meta de 5% do PIB (incluindo com a receita da venda da concessão aeroportuária)", diz o fundo na análise que faz da sexta avaliação.