Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: FMI admite reforço do apoio a Portugal para evitar contágio à zona euro de um eventual falhanço

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 18 jan (Lusa) -- O Fundo Monetário Internacional (FMI) está preocupado com o possível contágio que um falhanço do programa de ajuda a Portugal teria na zona euro e defende mais ajuda a Portugal caso o atual programa não produza os efeitos desejados.

Na sua análise ao abrigo do Artigo IV (exame regular feito a todos os países do fundo) hoje divulgada juntamente com os memorandos revistos da sexta avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF), o FMI pensa que pode existir um contágio aos restantes países do euro e deixa recomendações caso o programa falhe.

"A economia portuguesa está altamente dependente dos desenvolvimentos na Europa -- refletindo fortes ligações financeiras e comerciais -- mas a zona euro em particular também seria afetada por efeitos adversos em Portugal caso a estratégia contida no atual programa falhe", escrevem os técnicos do fundo.