Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda Externa: Consenso politico sobre memorando da 'troika' deve ser reforçado - Oliveira Martins

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 15 set (Lusa) -- O presidente do Tribunal de Contas defendeu hoje um "reforço" do consenso político subjacente ao memorando de entendimento e considerou "fundamental" o cumprimento do acordo "nos exatos termos" em que foi assumido.

"Entendo fundamental que os termos do memorando devem ser cumpridos nos exatos termos em que foram assumidos. Não podemos esquecer que o memorando tem subjacente um consenso político e esse consenso tem de ser reforçado", afirmou Guilherme d'Oliveira Martins, à margem do congresso dos técnicos oficiais de contas (TOC) que hoje encerra em Lisboa.

Questionado sobre o alcance daquele reforço de consenso politico, respondeu: "Como presidente do tribunal tenho uma função de acompanhamento e não posso fazer comentários de índole política".