Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Bruxelas recusa 'crise de crédito' mas preocupa-se com dificuldades de financiamento das PME

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 17 jul (lusa) -- A Comissão Europeia considera que o crédito bancário à economia continua com constrangimentos e mostra-se preocupada com as dificuldades das Pequenas e Médias Empresas em conseguirem financiamento bancário, apesar de recusar a existência de um 'credit crunch' (crise de crédito).

No relatório hoje publicado por Bruxelas sobre a quarta avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira português, a Comissão Europeia afirma que a "desalavancagem do sector financeiro está a evoluir de forma ordenada", com a redução do rácio de transformação de depósitos em crédito, e que a liquidez dos bancos tem melhorado devido às medidas não convencionais levadas a cabo pelo Banco Central Europeu, num momento em que os mercados financeiros continuam fechados para as instituições bancárias portuguesas.

Ainda assim, afirma Bruxelas, esta melhoria da liquidez não está a ter os efeitos desejados na economia.