Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Agricultura: Produção de cereais com quebra considerável, apesar das chuvas de abril e maio

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 21 jun (Lusa) -- As chuvas de abril e maio ajudaram as searas a recuperar, mas foram insuficientes para impedir a quebra de produção dos cereais que deve variar entre 15 e 30 por cento, segundo as previsões agrícolas do INE.

"Registaram-se muitas situações em que o grau de desidratação das searas se revelou totalmente irreversível ou em que os produtores optaram por desviar a cultura para a alimentação animal, em detrimento da produção de grão", salienta o Instituto Nacional de Estatística (INE) nas suas previsões de maio.

As quebras na produção divergem consoante as culturas, variando entre os 15 por cento para a cevada, 20 por cento no caso da aveia, trigo mole e trigo duro, 25 por cento para o centeio e 30 por cento para o triticale (híbrido de trigo e centeio).