Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Agricultura: Aumento inesperado da produção de tomate leva fábricas a trabalhar no "máximo de capacidade"

Lusa economia

  • 333

Santarém, 04 set (Lusa) -- O secretário-geral da Associação dos Industriais do Tomate (AIT) disse à agência Lusa que as fábricas de transformação de tomate estão a trabalhar "no máximo da sua capacidade", tendo em conta o "aumento inesperado da produtividade" alcançada nesta campanha.

Miguel Cambezes disse que a rentabilidade está a ultrapassar a média portuguesa, que se situa nas 85 a 90 toneladas por hectare, situando-se este ano acima das 100 toneladas/hectare.

O responsável da AIT admitiu que a produtividade acima do esperado e do contratualizado entre a indústria e as organizações de produtores possa ter reflexos na gestão e organização da campanha, assegurando, contudo, que acabará por não ter grandes consequências.