Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Aeronáutica: Governo garante que ganhou 20% na renegociação das contrapartidas do C-295

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 01 ago (Lusa) -- O Governo português garantiu hoje que a renegociação do contrato de contrapartidas associado à compra de seis aviões C-295 em 2006 representa um ganho de 20 por cento para a economia nacional.

O ministro da Economia e Emprego, Álvaro Santos Pereira, assinou hoje com a Airbus Military uma adenda de renegociação do contrato de contrapartidas associado àquele contrato que compromete o construtor aeronáutico com investimentos diretos e encomendas à indústria portuguesa "superiores a 100 milhões de euros", mas com efeitos "multiplicadores" na economia nacional superiores a 400 milhões de euros, de acordo com o governante.

O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar Branco, garantiu mesmo que o Estado conseguiu com a renegociação destas contrapartidas - cuja execução se encontra ainda em 10 por centro dos valores contratados -- "um aumento de 20 por cento" em relação ao valor acrescentado nacional (VAN) no contrato inicial, que era de 460 milhões de euros.