Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Açores: Inspeção deteta alegado crime de peculato no Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas (IAMA)

Lusa economia

  • 333

Ponta Delgada, 12 jul (Lusa) -- Um crime de peculato envolvendo a direção do Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas (IAMA) e o delegado na ilha Terceira, Açores, por alegada apropriação ilícita de fundos, é uma das conclusões da inspeção realizada a este organismo.

O relatório recomenda que os indícios sejam enviados para o Ministério Público para "apurar eventual responsabilidade dos membros da direção do IAMA e do delegado na Terceira pelo crime de peculato", refere o documento, com dados recolhidos pela Inspeção Administrativa Regional, a que a Lusa.

O alegado crime está relacionado com o pagamento de 78 indemnizações compensatórias pelo abate de animais sem que os beneficiários tivessem pago o seguro de reses, o que "corresponde à assunção e pagamento de despesa pública sem suporte legal, podendo ser susceptível de censura criminal pelo crime de peculato por apropriação ilícita de quantia monetária, acessível em razão das funções exercidas, em proveito de outras pessoas".