Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Acordo entre o Estado e a Cruz Vermelha é "regime de favor" - hospitais privados

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 14 out (Lusa) -- A Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) considera que o acordo entre o Estado e o Hospital da Cruz Vermelha (HCV) preconiza "um regime de favor que viola o princípio da livre concorrência".

A propósito da auditoria do Tribunal de Contas (TdC) ao acordo entre o Estado e o HCV, segundo a qual o Serviço Nacional de Saúde (SNS) teria poupado 30 milhões de euros se os doentes encaminhados para este hospital tivessem sido tratados nas instituições públicas, a APHP diz que este é "um caso extremo de falta de transparência e um regime de favor que viola o princípio da livre concorrência".

Para o presidente desta associação, "o caso é tanto mais incompreensível quanto é promovido pelo próprio Estado, que deveria ser o mais interessado, quer em zelar pela boa aplicação do erário público, quer em regular o funcionamento equilibrado do mercado da saúde".