Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

A reforma do Estado não é algo "que se decrete de um dia para o outro" - Manuela Ferreira Leite

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 09 jul (Lusa) -- Manuela Ferreira Leite sublinhou hoje que a reforma do Estado não é algo "que se decrete de um dia para o outro", nem se "resume a um corte de despesas".

A antiga ministra das Finanças considerou ainda que "estão sempre criadas todas as condições sociais e políticas para a reforma, desde que haja capacidade para compromissos entre as diferentes soluções", afirmou em declarações aos jornalistas à margem da Conferência "Processo da Reforma do Estado -- O Estado Social e o Crescimento Económico", promovida pela CIP - Confederação Empresarial de Portugal.

"Estamos numa fase complexa da vida financeira, económica e de crescimento do país, todos aqueles aspetos que possam contribuir para a solução destes problemas são oportunos e tem que haver compromissos para a concretização desses objetivos", sublinhou.