Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

2012: O ano em que o Estado entrou na banca

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 13 dez (Lusa) - As exigências das autoridades de supervisão obrigaram os bancos portugueses a recorrer este ano ao Estado, que injetou milhões de euros na banca, na ressaca dos prejuízos históricos de 2011.

Se em 2011 o foco no setor foram os prejuízos de 1,5 mil milhões de euros acumulados pela banca portuguesa, este ano, os holofotes viraram-se para a intervenção do Estado, como não se via desde o pós 25 de Abril de 1974.

No entanto, os principais bancos conseguiram evitar uma nacionalização parcial, através do recurso a instrumentos híbridos de capital autorizados por Bruxelas.