Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

2012: Euribor bateram no fundo, mas subida dos "spreads" anularam efeito

Lusa economia

  • 333

Lisboa, 13 dez (Lusa) - As taxas Euribor nunca estiveram tão baixas como agora, uma descida que acaba por ser anulada pelo forte aumento dos 'spreads' praticados pelos bancos nos novos contratos para compra de casa e que chegam a atingir os 7,95%.

De acordo com o secretário-geral da DECO, Jorge Morgado, as Euribor (média das taxas praticadas pelos bancos no mercado interbancário) bateram este ano mínimos "perfeitamente históricos", acompanhando a baixa taxa de juro de referência da zona euro, que está nos 0,75%.

A 30 de novembro, a taxa a três meses situava-se nos 0,191%, o que compara com os mínimos atingidos a 17 de maio de 1999 para os 2,575%, a 30 de março de 2004 ao tocar nos 1,958% e a 01 abril de 2010 quando se fixou nos 0,635%.