Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Setor da diversão prossegue protestos em Lisboa e queixa-se dos preços praticados pela EDP

Lusa Cultura

  • 333

Lisboa, 28 jan (Lusa) -- Cerca de 30 pessoas ligadas ao setor da diversão juntaram-se hoje em protesto frente à Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, em Lisboa, queixando-se dos preços praticados pela EDP e da demora por parte da empresa em devolver cauções.

Com buzinas e tambores, os manifestantes repetiram críticas que vêm fazendo este mês de janeiro e José Tagaio, da direção da Associação Portuguesa de Empresas de Diversão (APED), disse que a intenção é prolongar o protesto ao longo do dia e pedir uma reunião à entidade para mostrar as dificuldades do setor.

"Há casos de dois a três meses de demora para pagar cauções de cinco mil, três mil ou dois mil euros", alertou o dirigente à agência Lusa.