Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Óbito: Urbano Tavares Rodrigues foi um criador "inspiradíssimo" - José J. Letria

Lusa Cultura

  • 333

Lisboa, 09 ago (Lusa) - O escritor Urbano Tavares Rodrigues, que morreu hoje em Lisboa aos 89 anos, foi um "criador inspiradíssimo e multifacetado" ao longo de 60 anos de carreira e até ao final da vida, afirmou à agência Lusa Jorge Jorge Letria.

O autor e presidente da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) lamentou a morte de "um amigo de quase 50 anos", "uma das grandes figuras intelectuais e cívicas portuguesas do século XX e princípio do século XXI, um homem de uma enorme integridade moral e intelectual".

Urbano Tavares Rodrigues, catedrático, antigo jornalista, tradutor e escritor, deixou uma extensa obra de ficção e ensaio, da qual fazem parte "A Noite Roxa", "Os Insubmissos", "Imitação da Felicidade", "O Supremo Interdito", "Nunca Diremos Quem Sois, A Estação Dourada" e o mais recente, "A imensa boca dessa angústia e outras histórias".