Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Encerramento da televisão e rádio públicas da Grécia é "antidemocrático" - SPA

Lusa Cultura

  • 333

Lisboa, 14 jun (Lusa) -- A Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) crítica a decisão do Governo grego de encerrar a rádio e televisão públicas, ato que considera "um verdadeiro atentado às regras da vida democrática", em comunicado hoje divulgado.

Para a cooperativa de autores, a situação na ERT, RadioTelevisão grega, é "antidemocrática" e "um perigoso exemplo para países como Portugal, onde o serviço público de rádio e televisão continua a ter um futuro incerto e esteve já em vias de ser extinto".

Em comunicado, a direção e o conselho de administração da SPA "repudiam veementemente a decisão do Governo grego de encerrar o serviço público de rádio e televisão", que elimina assim "um espaço de difusão dos repertórios culturais e artísticos" da Grécia, com a "consequente extinção dos direitos de autor".