Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Arouca musealiza minas de volfrâmio que alemães e ingleses partilharam na 2.ª Guerra

Lusa Cultura

  • 333

Arouca, 24 fev (Lusa) - A Câmara de Arouca quer transformar em museu as minas de volfrâmio de Rio de Frades, onde, na II Grande Guerra, os inimigos ingleses e alemães exploravam minério e chegaram a partilhar as despesas de uma estrada comum.

A história foi recordada à Lusa pelo presidente da autarquia, José Artur Neves, que declara que a candidatura agora apresentada à Comissão Europeia para reconhecimento do valor patrimonial das minas se deve precisamente ao trabalho aí desenvolvido em meados do século XX, em termos industriais e humanos.

"Isto era um complexo enorme, com casas para os mineiros, refeitório, lavandaria, laboratório, farmácia, tudo", conta o autarca. "Chegaram a trabalhar aqui 3000 pessoas em simultâneo, com o volfrâmio a ser todo exportado para satisfazer as necessidades de armamento militar da guerra".