Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lusa custa "um euro por ano a cada português" e quer ter "direito à estabilidade" - Administrador

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 mar (Lusa) -- O presidente da Lusa sublinhou hoje aos acionistas da empresa que a agência "custa um euro por ano a cada português", pedindo-lhes "não mais dinheiro", mas o "direito à estabilidade" e "o direito à ambição".

"Num tempo que é de todas as incertezas, dificuldades e muitas desconfianças, queremos que se saiba que a Lusa custa um euro por ano a cada português", disse Afonso Camões aos acionistas da agência, onde o Estado, com 50,14% do capital, Controlinveste (23,36%) e Impresa (22,35%) detêm as principais participações.

Na assembleia geral de hoje, a agência aprovou as contas de 2012 e o plano de atividades para 2013, com a opção pela não-distribuição de dividendos a ser votada favoravelmente, com o único voto contra do grupo Impresa.