Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lucro da Estradas de Portugal cai 74% em 2012 para 37 milhões de euros

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 jun (Lusa) - A Estradas de Portugal (EP) fechou 2012 com um resultado líquido de 37 milhões de euros, uma quebra de 74% em relação ao ano anterior, anunciou hoje a empresa liderada por António Ramalho.

No primeiro ano completo de receita de portagens nas ex-SCUT (vias sem custos para o utilizador), as receitas destas autoestradas ficaram "francamente aquém dos estudos iniciais", ao permitir um encaixe anual de cerca de 210 milhões de euros, disse o presidente da EP, em conferência de imprensa.

"A crise económica refletiu-se quer em receitas de portagem quer na contribuição do serviço rodoviário que caiu 6% no último ano", declarou António Ramalho.