Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lourinhã: Câmara aguarda há cinco anos por solução para a ponte 'para lado nenhum'

Lusa

  • 333

Torres Vedras, 20 set (Lusa) - A Câmara da Lourinhã aguarda há cinco anos que a Estradas de Portugal encontre uma solução para uma ponte colocada sem qualquer utilidade, mas a empresa diz que suspendeu a obra porque a autarquia não construiu uma rotunda.

O presidente da Câmara, José Manuel Custódio (PS), recordou hoje à agência Lusa que a ponte, que iria substituir a atual que, por ser demasiado pequena para as necessidades, não só afunila o tráfego automóvel como as águas pluviais, fazendo transbordar o rio e provocando inundações, acabou por ficar de fora das obras de requalificação da Estrada Nacional 247 por ser desajustada e ter uma volumetria muito grande para o local.

Por estar fora do atual traçado da estrada, junto à localidade de Casal Novo, e não ter qualquer utilidade para o tráfego rodoviário, a ponte passou a ser apelidada pela população como "ponte para lado nenhum" e levou o Partido Ecologista Os Verdes a questionar na semana passada o Governo.