Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Londres2012: "Mais importante que porta-estandar-te é fazer içar a bandeira", Mário Santos

Lusa

  • 333

Vila do Conde, 28 jun (Lusa) -- O Chefe de Missão de Portugal aos Jogos Olímpicos Londres2012, Mário Santos, disse hoje que "mais importante do que definir o porta-estandarte é que os atletas possam fazer içar a bandeira de Portugal nas cerimónias de pódio".

"No momento certo, vou decidir, com meu adjunto Nuno Delgado, quem é o atleta mais importante nesta participação. Ainda assim, o mais relevante não é quem leva a bandeira na cerimónia de abertura, mas lutar para que os nossos atletas possam fazer içar a bandeira nas cerimónias de pódio", vincou, em declarações à agência Lusa, à margem da apresentação do Nelo Summer Chalenge, prova internacional de canoagem em Vila do Conde.

No dia em que foi tornado público o facto de o secretário de estado do desporto, Alexandre Mestre, ter enviado uma carta a Mário Santos a sugerir para porta-estandarte o velejador João Rodrigues, que vai para a sexta participação olímpica, o Chefe de Missão manteve-se firme na decisão de revelar a escolha final "apenas na aldeia olímpica, perante todos os atletas".