Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Londres2012: David Cameron recusa homenagem na cerimónia de abertura a atletas mortos em 1972

Lusa

  • 333

Londres, 26 jul (Lusa) - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, concordou hoje com uma homenagem aos 11 atletas israelitas mortos num ataque durante os Jogos Olímpicos de 1972 mas não durante a cerimónia de abertura de sexta-feira.

As viúvas de Andrei Spitzer e Yosef Romano, dois dos onze membros da delegação israelita assassinados nos Jogos Olímpicos de Munique, tinham entregue uma petição ao Comité Olímpico Internacional (COI) a pedir um minuto de silêncio.

Mas hoje Cameron apoiou a decisão de recusa do COI, alegando que "o mais importante" é comemorar o evento "de forma apropriada".