Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Londres2012: Atletismo - Ver Bolt pelas costas pode ser para recordar

Lusa

  • 333

Londres, 04 ago (Lusa) -- Correr os 100 metros em 10,71 não é uma referência, mas pode ser um momento inesquecível se acontecer nos Jogos Olímpicos, ao lado de Usain Bolt e com um incentivo do jamaicano: hoje, foi assim para Holder da Silva.

O velocista da Guiné-Bissau, que "nem sabia montar nos blocos" quando esteve a fazer um estágio em Portugal em 2005, onde conheceu o "amigo" Francis Obkwelu, sentiu-se um privilegiado com o feliz acaso de correr na quarta série das eliminatórias juntamente com homem mais rápido do Mundo.

"É um orgulho estar ao lado dos melhores e espero que um dia daqui a alguns anos, esteja também, em grande", disse o guineense, depois de ter dado por encerrada a sua participação em Londres2012 a ver as costas do recordista mundial, que ganhou a série, em gestão, com 10,09 segundos.