Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lojistas do Picoas Plaza, em Lisboa, acusam administração de os pressionar a sair

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 nov (Lusa) -- O presidente da Associação de Lojistas do Centro Comercial Picoas Plaza (ALAPP), em Lisboa, acusou hoje a administração do centro de pressionar psicologicamente os poucos lojistas que restam para abandonarem os negócios sem indemnizações.

"Mais uma vez tivemos problemas. Esta noite foi furtada uma placa de metal de identificação de uma loja. Não é a primeira vez que estas coisas ocorrem. Já tivemos agressões, encerramento ilícito de lojas, cortes do ar condicionado e da água", disse Tiago Quelhas.

Em declarações à agência Lusa, o lojista disse que a administração do centro comercial Picoas Plaza "faz isso numa tentativa de o centro encerrar em absoluto e as pessoas abandonarem o espaço sem quaisquer indemnização".