Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lloyds falha alienação de 632 balcões

Lusa

  • 333

Londres, 24 abr (Lusa) -- O grupo bancário britânico Lloyds, dirigido pelo português António Horta Osório, falhou hoje a venda de 632 balcões ao The Co-operative Group, depois de os dirigentes deste terem decidido cancelar a operação pela situação de mercado.

Esta alienação de sucursais, designada como "Projeto Verde", era uma exigência dos reguladores europeus, como contrapartida para o resgate de 20 mil milhões de libras (cerca de 23,2 mil milhões de euros) que o Lloyds recebeu do Governo britânico em 2009.

Em outubro também não se concretizou o acordo de venda de 316 sucursais do Royal Bank of Scotland ao Banco Santander.