Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Literatura: "2666", obra-prima de Roberto Bolaño, publicada em Setembro pela Quetzal

Lusa

Lisboa, 12 Ago (Lusa) - O romance "2666", considerado a obra-prima do escritor chileno Roberto Bolaño, falecido em 2003 aos 50 anos, será publicado em Portugal a 26 de Setembro pela Quetzal, cinco anos depois da primeira edição, já póstuma, em Espanha.

Lisboa, 12 Ago (Lusa) - O romance "2666", considerado a obra-prima do escritor chileno Roberto Bolaño, falecido em 2003 aos 50 anos, será publicado em Portugal a 26 de Setembro pela Quetzal, cinco anos depois da primeira edição, já póstuma, em Espanha.

"'2666' começa por ser um conjunto de cinco livros que se reúnem em nome do fascínio pela literatura. O leitor vai-se apercebendo de que histórias tão diversas e tão fantásticas (críticos literários que comentam obras inexistentes, um filósofo que duvida de si mesmo, por exemplo) acabam por ligar-se a outras tão terríveis como os 280 assassinatos de mulheres numa cidade junto do deserto de Sonora, no México", disse hoje à Lusa o escritor Francisco José Viegas, editor da Quetzal.

"É um romance grandioso - prosseguiu - maior do que o "Ulysses", já agora, uma espécie de narrativa de Borges em ponto grande (vai ter cerca de 1200 páginas), e que junta literatura e violência de uma forma inédita, ininterrupta, ultrapassando o puro fantástico da literatura latino-americana".