Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Listas de espera: Perto de 175 mil utentes aguardavam em junho por uma cirurgia

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 out (Lusa) -- A Lista de Inscritos para Cirurgia (LIC) contava 174.492 utentes em junho, com uma mediana de espera de 3,30 meses, o que, segundo um relatório, significa um serviço de pior qualidade e com mais custos.

De acordo com o Relatório Síntese da Atividade em Cirurgia Programada, referente ao primeiro semestre de 2012 e hoje divulgado pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), 53 por cento dos utentes na LIC a 30 de junho estavam em espera há mais de três meses, o que representa um aumento de 2,5% face ao período homólogo.

"Este marco é relevante uma vez que existe convicção de que um tempo de espera superior a três meses torna a gestão da LIC mais ineficiente, traduzindo-se desta forma por um serviço de pior qualidade, por um lado, e em custos acrescidos, por outro", lê-se no documento.