Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lisboa: Trabalhadores da Gebalis repudiam contratação de Gil Martins

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 out (Lusa) - Os trabalhadores da empresa gestora dos bairros municipais de Lisboa, a Gebalis, repudiaram hoje a contratação de Gil Martins, apontando que as funções a desempenhar pelo ex-comandante da Proteção Civil são desempenhadas gratuitamente pelas autoridades.

Num comunicado enviado às redações, a comissão de trabalhadores da Gebalis afirma que "deliberou por unanimidade o repúdio à contratação" por ajuste direto de Gil Martins, no valor de cerca de 2.000 euros por mês durante um ano, para fazer um levantamento das vulnerabilidades dos bairros a nível de incêndios e dar formação na prevenção de fogos.

Os trabalhadores consideram que "o objeto do contrato não se enquadra nas competências diretas" da Gebalis, uma vez que "esta matéria é missão e competência do Regimento de Sapadores Bombeiros e Proteção Civil", aprovada numa diretiva do comandante do regimento do início deste ano, citada no comunicado.