Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lisboa: Câmara quer possibilitar pagamento de imóveis devolutos depois da sua reabilitação

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 jun (Lusa) - A Câmara de Lisboa quer permitir o pagamento da compra de edifícios municipais devolutos apenas depois da sua reabilitação, dando um prazo médio de três anos para que os novos donos renovem os espaços.

O programa 'Reabilita Primeiro Paga Depois', cujo regulamento será discutido na reunião de câmara de quinta-feira, disponibiliza uma bolsa de edifícios ou frações devolutos para alienação "com a obrigação de obras de reabilitação ou reconstrução pelo adquirente", mas com pagamento à autarquia apenas "no final do prazo contratualizado" para essa recuperação.

Os vereadores da Habitação e da Reabilitação Urbana, Helena Roseta e Manuel Salgado, respetivamente, estimam, segundo a proposta a debater e a que a agência Lusa teve acesso, que esse prazo não ultrapasse em média os três anos: "Dois para aprovação de projeto e realização de obra e um para comercialização" dos imóveis, prazo que poderá ser ajustado.