Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Lipor queixa-se ao Instituto da Construção de consórcio por causa do aterro da Póvoa

Lusa

  • 333

Redação, 18 mar (Lusa) -- A Lipor anunciou hoje ter apresentado uma queixa junto do Instituto da Construção e do Imobiliário (INCI) contra o consórcio que, apesar de vencer o concurso do futuro aterro sanitário da Póvoa de Varzim, não assinou o contrato.

Em comunicado enviado à Lusa, a Lipor -- Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto afirma hoje que apresentou a queixa "face à falta de comparência do consórcio (formado pela Mota-Engil, Ecoambiente, Monteadriano, SUMA e Ecovisão) à assinatura do contrato" de adjudicação da concessão de construção e exploração do novo aterro, em junho de 2012.

Para a Lipor, o consórcio "é o único exclusivo responsável pelo facto do contrato não ter sido assinado, já que em vésperas da assinatura do mesmo apresentou exigências que a Lipor, como entidade pública, não poderia aceitar e que iriam encarecer substancialmente a proposta apresentada".