Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Linha do Tua: EDP desmente obrigação legal de assegurar transportes

Lusa

  • 333

Bragança, 06 jul (Lusa) -- A EDP rejeitou hoje qualquer responsabilidade nos transportes alternativos ao comboio na linha do Tua, mas está disponível em cooperar na procura de soluções para garantir o serviço às populações.

O Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) reclamou hoje que a EDP assuma os encargos com os transportes alternativos suprimidos a 01 de julho pela CP, alegando que a empresa concessionária da barragem que vai submergir parte da ferrovia, "está obrigada pela Declaração de Impacte Ambiental (DIA) - que aprovou a barragem- a garantir" o serviço".

Numa resposta por escrito enviada à Lusa, a elétrica nacional afirma que "o compromisso da EDP é para com uma alternativa de mobilidade ao troço da linha que ficará submerso" e que corresponde a um quarto, ou seja cerca de 16 quilómetros da ferrovia.