Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Liga Moçambicana de Futebol pede desculpa ao Governo por estrangeiros "ilegais"

Lusa

  • 333

Maputo, 13 abr (Lusa) - A Liga Moçambicana de Futebol (LMF) pediu desculpas ao Ministério do Trabalho (MITRAB) pela presença de treinadores e jogadores "ilegais" no Moçambola, o principal campeonato do país, noticiou hoje a Agência de Informação de Moçambique (AIM).

Segundo a mesma fonte, a LMF enviou uma carta ao MITRAB, na qual pedia a concessão de 90 dias para a regularização da situação, mas o pedido foi rejeitado, tendo Ministério concedido apenas um mês para resolução das ilegalidades de jogadores e treinadores.

Na última semana, o MITRAB suspendeu a atividade dos treinadores portugueses Diamantino Miranda (Costa do Sol) e Vítor Urbano (Ferroviário de Maputo), considerando que o exercício da sua atividade continha ilegalidades.