Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Liga e Sindicato vão manter redução salarial na II Liga por mais duas épocas

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 jul (Lusa) - A Liga e o Sindicato dos Jogadores vão manter por mais duas épocas as remunerações da II Liga em 1,75 salários mínimos nacionais, com o objetivo de garantir a sustentabilidade da prova e permitir a aposta em jovens futebolistas.

O presidente da Liga, Mário Figueiredo, revelou à agência Lusa que as duas partes acordaram manter por mais dois anos a possibilidade de clubes da II Liga praticarem uma retribuição inferior ao contrato coletivo trabalho, que é de 2,5 salários mínimos, mantendo-se os salários em 1,75 vezes a retribuição salarial mínima do estado.

"Num momento de crise em Portugal, o que se pretendeu foi mostrar que duas instituições com responsabilidade no futebol podem conseguir um entendimento para melhorar futebol. Os clubes da II Liga têm dificuldades e isto permite a sustentabilidade dos clubes e dar oportunidade aos jovens jogadores de poderem jogar na liga profissional", disse à Lusa Mário Figueiredo.