Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder militar da Guiné-Bissau acusa Governo de corrupção e pede verbas para forças de segurança

Lusa

  • 333

Bissau, 01 out (Lusa) - O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Guiné-Bissau, António Indjai, acusou o Governo de transição de corrupção e pediu verbas para as forças de segurança e militares, sob pena de haver instabilidade.

O general que liderou os militares no golpe de Estado de abril de 2012 falava na segunda-feira durante um encontro dedicado aos serviços de segurança guineenses, no Clube Militar de Bissau, e cujo discurso foi divulgado pela Radiodifusão Nacional.

"Fizemos este golpe para mudar e melhorar a situação do país, mas na realidade está pior", referiu, deixando um aviso: "se estão a brincar com este país, fiquem a saber que nós, os militares, não estamos na brincadeira e apenas vos chamámos para governar".