Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder do Tribunal Constitucional da Indonésia detido por corrupção

Lusa

  • 333

Jacarta, 03 out (Lusa) -- O organismo indonésio anticorrupção deteve na noite de quarta-feira o líder do Tribunal Constitucional por, alegadamente, ter aceitado um suborno de mais de 183.000 euros.

Akil Mochtar foi detido na sua casa de Jacarta pouco depois de um empresário e um deputado lhe terem entregado 3.000 milhões de rúpias indonésias, disse o porta-voz da Comissão de Erradicação da Corrupção, Johan Budi.

O caso é o último conhecido envolvendo altos dirigentes do país.