Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder do PS avisa: "Não sou pressionável"

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 mar (Lusa) - O secretário-geral do PS advertiu hoje que não é "pressionável" face a uma eventual decisão de apresentar uma moção de censura ao Governo, mas contrapôs que está "impressionado" com a situação do país.

António José Seguro falava aos jornalistas à entrada para a reunião extraordinária da Comissão Política Nacional do PS, em que a questão da moção de censura ao Governo estará em discussão no âmbito do ponto único da ordem de trabalhos sobre a análise à situação política.

Nas suas declarações aos jornalistas, António José Seguro disse que se dirigirá em primeiro lugar aos membros da Comissão Política Nacional do PS para lhes dar conta das suas reflexões e conclusões em relação ao atual momento político.