Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder do PS acusa Governo de deixar "ameaça velada" de despedimento aos funcionários públicos

Lusa

  • 333

Vila Real, 18 mar (Lusa) -- O secretário-geral do PS acusou hoje o primeiro-ministro de deixar uma "ameaça velada" aos funcionários públicos quando falou no programa de rescisões amigáveis e considerou que o que está em causa é "claramente um despedimento".

Pedro Passos Coelho afirmou hoje que o programa de rescisões na Administração Pública deverá começar por se dirigir aos assistentes operacionais e técnicos e que as compensações a atribuir "serão alinhadas com as práticas habituais do mercado".