Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder do grupo Prisa defende "ecossistemas informativos" que preservem jornalismo na era da Internet

Lusa

  • 333

Coimbra, 06 dez (Lusa) -- O espanhol Juan Cebrián, presidente do grupo Prisa, defendeu hoje a necessidade de criar "ecossistemas informativos" para uma interação entre o virtual e o real que preserve o papel do jornalismo no futuro.

Ao proferir, na Universidade de Coimbra, uma conferência intitulada "Redes sociais e jornalismo: as portas de par em par", o fundador e antigo diretor do diário El País salientou que a Internet operou nas sociedades "uma mudança social e cultural de incalculáveis dimensões" que envolve "novos valores" e exige novas atitudes.

"No que se refere à nossa profissão, tendo a imaginar que nos devemos esforçar por criar uma espécie de ecossistema informativo em que o virtual e o real, o digital e o analógico, sejam capazes de interagir e nos quais se possa entrar e sair com comodidade, com tranquilidade e sem estar submetido a mais pressão do que a do interesse, do prazer, da emoção ou da curiosidade de cada um", disse.