Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder de grupo dissidente cubano "Damas de Branco" autorizada a viajar para o exterior

Lusa

  • 333

Havana, 10 mar (Lusa) -- A líder das "Damas de Branco", um grupo fundado pelas viúvas ou mulheres de dissidentes e presos políticos, vai viajar pela primeira vez para o exterior da ilha na segunda-feira, quando inicia uma visita a Espanha.

Berta Soler, a líder do grupo, congratulou-se com a decisão, que lhe permitirá visitar Espanha, possivelmente a Polónia e outros países durante um périplo de 16 dias.

"Vou como representante do povo cubano, e não apenas das 'Damas de Branco', para que saibam em primeira mão a realidade que o povo cubano enfrenta", disse em declarações à agência noticiosa AFP.