Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder da UNITA "curioso" com a origem do capital angolano que está a entrar em Portugal

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 mai (Lusa) - O líder da UNITA, Isaías Samakuva, mostrou-se "curioso" com a origem do capital angolano que foi utilizado na aquisição recente de vários bens e serviços na economia portuguesa.

"Quando atividades desta natureza se realizam num clima de transparência" legal "não haveria receio nenhum", afirmou, em entrevista à agência Lusa o líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), maior partido da oposição angolana.

Mas "quando as coisas se fazem como são feitas, isso é preocupante para Angola, sobretudo porque não sabemos se essas compras" são feitas "em nome do Estado angolano ou em nome de pessoas individuais", salientou Isaías Samakuva, afirmando que aguarda por esclarecimentos do regime angolano.