Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder da Renamo "preocupado" com alegados ataques do exército aos ex-guerrilheios do movimento

Lusa

  • 333

Maputo, 08 jul (Lusa) - O líder da Renamo, principal partido da oposição moçambicana, Afonso Dhlakama, mostrou-se "preocupado" com os ataques alegadamente realizados pelas forças governamentais a uma pequena base do movimento, acusando o governo de "procurar onde a Renamo está para atacar".

Afonso Dhlakama falava no domingo aos jornalistas, no final do primeiro encontro que manteve com os facilitadores nacionais do diálogo entre o executivo e a Renamo, após o ataque a uma sub-base da sua força política no povoado de Pandja, em Muxungué, distrito de Chibabava, no centro de Moçambique.

"Eles é que estão a procurar onde a Renamo está para atacar, mas quando a Renamo perseguir e atacar começam a gritar", disse Afonso Dhlakama.