Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder da CGTP acusa Governo de intimidar professores

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 jun (Lusa) -- O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, acusou hoje o Governo de exercer "pressões intimidatórias" sobre os professores ao ter convocado todos os docentes para as escolas na segunda-feira, dia de greve e de exames nacionais.

O dirigente sindical falava aos jornalistas durante a manifestação de professores que cerca das 16:00 estava a descer a Avenida da Liberdade rumo à Praça dos Restauradores, numa marcha de protesto contras as políticas laborais do Governo.

Para Arménio Carlos, ao convocar todos os professores para as escolas na segunda-feira, o Governo não está a respeitar os docentes e está a intimidá-los.