Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Líder da AFL acusa Adelino Caldeira de agressão e Pinto da Costa de injúrias

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 set (Lusa) -- O presidente da Associação de Futebol de Lisboa, Nuno Lobo, acusou domingo o dirigente do FC Porto Adelino Caldeira de o ter agredido no Estádio da Amoreira e o presidente portista Pinto da Costa de o ter injuriado.

"Na altura do primeiro golo do Estoril, levei um murro, uma palmada forte nas costas que me projetou para a frente, até me amparar no muro da tribuna presidencial. Foi uma agressão do senhor Adelino Caldeira, não sei se com a mão fechada ou aberta", contou hoje à Agência Lusa o presidente da Associação de Futebol de Lisboa (AFL), Nuno Lobo, que assistiu à partida Estoril-FC Porto na tribuna presidencial do estádio da Amoreira.

Nuno Lobo descreveu as circunstâncias que antecederam a agressão: "No primeiro golo do FC Porto, toda a comitiva portista levantou-se e festejou o golo, como é natural. No golo do empate do Estoril, não me levantei por uma questão de respeito pelo adversário, como faço sempre, mesmo quanto defrontam equipas de Lisboa, mas cerrei o punho e pisquei o olho aos dirigentes do Estoril que estavam do lado direito, atrás de mim".