Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Libertados reféns de homem que se barricou em banco no Japão para pedir demissão do Governo

Lusa

  • 333

Tóquio, 23 nov (Lusa) -- A polícia japonesa conseguiu libertar hoje, depois de 12 horas, as pessoas que foram feitas reféns por um homem que se barricou num banco no centro do país para pedir a demissão do Governo do primeiro-ministro, Yoshihiko Noda.

Koji Nagakubo, 32 anos, foi detido depois de as autoridades terem conseguido entrar na sucursal do banco Toyokawa Shinkin Bank por volta das 02:45 locais (17:45 de quinta-feira em Lisboa), informou a agência Kyodo.

O homem, que se barricou na filial em Aichi, onde fez cinco reféns, foi detido enquanto dormia.