Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Libertado mandante do assassinato do jornalista moçambicano Carlos Cardoso

Lusa

  • 333

Maputo, 24 jan (Lusa) - Vicente Ramaya, um dos homens que ordenou o assassinato do jornalista moçambicano Carlos Cardoso, saiu na quarta-feira da prisão de Maputo, onde cumpriu 11 anos e 10 meses dos 23 anos de cadeia a que foi condenado.

Ramaya saiu da cadeia sem prestar declarações.

As condições da sua libertação antecipada, por alegado bom comportamento, exigem, no entanto, que se apresente regularmente às autoridades, que não possa abandonar o país e que cumpra o resto da pena caso cometa algum crime.